Foto: Africa Studio/ Shutterstock

Manter o guarda-roupa do bebê limpo e organizado é essencial para um dia a dia mais prático, no entanto, com o crescimento rápido dos pequenos – e a grande quantidade de roupinhas e itens adquiridos durante toda a gestação – nem sempre é fácil conseguir manter tudo de maneira eficiente. Não sabe por onde começar? O blog te ajuda.

Foto: Africa Studio/ Shutterstock

Antes de guardar

Antes de guardar qualquer produto – sejam mantinhas ou roupas – é importante fazer a higienização, um processo que o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros diz ser indispensável. “Antes de usar é preciso lavar todas as peças com sabão neutro e sem amaciante, porque ele acaba ficando nas roupas e pode dar irritações alérgicas”, completa. Esse pequeno cuidado evita que o seu bebê tenha contato com qualquer tipo de substância que possa ter ficado no tecido.

Limpando o espaço

Limpar bem o armário é outro cuidado importante para evitar o acúmulo de poeira, um passo simples, mas que deve ser repetido mensalmente. “Você deve utilizar apenas água e um pano macio, ou produtos bastante neutros, sem cheiro, para não irritar a pele do bebê – como o sabão de coco. Limpe todas as prateleiras e interiores de gaveta e depois seque com outro paninho macio”, ensina a personal organizer Margô Belloni.

Organizando o armário

 

Separe as roupas por idade

É muito comum ganhar roupinhas para diferentes fases do crescimento ao fazer o chá de bebê ou receber visitas na maternidade – e elas precisam ser organizadas conforme a indicação para que você tenha mais praticidade. “Temos que separar e colocar ao alcance das mãos aquilo que é do presente. O ideal é selecionar sempre em períodos de três meses (dos zero aos três meses, dos três aos seis e assim por diante) e deixar nas áreas mais acessíveis o que for correspondente à idade do seu bebê. As demais roupas podem ser deixadas dobradas (também por idade) em partes mais altas do armário, onde você não costuma mexer muito. Isso te ajuda a ter tudo arrumado e ainda a perceber o que será necessário comprar nos próximos meses”, indica a especialista.

Roupas de cama e banho

Mantas, lençóis de berço, naninhas e babadores são utilizados com bastante frequência, então devem ficar bem acomodados em prateleiras fáceis de acessar. Babadores e paninhos pequenos podem ser colocados dentro de colmeias ou cestos, e mantas e lençóis podem ser dobrados e empilhados para economizar espaço.

Quer completar o enxoval do seu bebê? Conheça nossas opções de enxoval e banho.

Organize por similaridade

Outros objetos da rotina do seu filho, como fraldas, produtos de higiene e acessórios, como sapatos, toucas e laços, também devem ficar no armário para sua maior comodidade – tudo organizado por similaridade. “É importante que as cada coisa esteja junta de seu grupo, separando em categorias dentro de cestinhos ou caixas, para que você saiba onde está cada item e possa pegar rapidamente o que precisar”, esclarece.

Foto: Africa Studio/ Shutterstock

 

Cada item em seu lugar

A maioria das roupinhas, como macacões, calças e camisetinhas, podem ser acomodadas em gavetas dentro do guarda-roupa, sempre dobradas de maneira que você consiga visualizar bem. “Para fraldas e paninhos, podemos utilizar colmeias organizadoras. Sapatinhos podem ser colocados também em uma gaveta, ou nas prateleiras (dentro ou fora de caixas), caso tenha pouco espaço”, aconselha. Já os cabides podem acomodar casaquinhos, vestidos e outros itens diferenciados para não sobrecarregar o seu gaveteiro.

O importante é lembrar-se de distribuir as prateleiras conforme necessidade e tipo de uso, o que facilita bastante a rotina. No geral, é aconselhável deixar mantas e roupas de cama nas altas ou intermediárias, seguidas por toalhas, naninhas e babadores e, por último, sapatinhos. Itens gerais de higiene podem ficar no espaço acima das gavetas, organizados em cestinhos.