massagem no bebêFoto: Oksana Kuzmina/ Shutterstock

Fazer uma boa massagem no seu bebê não é apenas relaxante – indo muito além da calma e do alívio do estresse que ocorre pelo contato com o novo ambiente, este momento especial entre pais e filhos é também uma ótima pedida para estimular o desenvolvimento muscular e trazer alívio para as dores do seu pequeno. Saiba como investir neste cuidado.

De acordo com o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, autor do livro “Pediatria Hoje” e com especialização pela Universidade Federal de São Paulo e pela University of California, o toque da mãe é a primeira fonte de tranquilidade e carinho para a criança, trazendo uma sensação de conforto e alegria, e aumentando o vínculo que existe entre vocês. Mas não para por aí. “Tudo é muito novo e estranho para ela, que precisa aprender e entender como funcionam seus músculos. A massagem é um ótimo estímulo para a coordenação motora e esse conhecimento, além de ser uma atividade muito lúdica é gostosa”, completa.

+ Bebê seguro: saiba como proteger e estimular os pequenos na fase do engatinhar

+ Descubra as tendências para decorar o quarto do bebê com charme e praticidade

+ Quarto montessoriano: saiba aplicar o método que estimula a autonomia da criança

Antes da massagem

A massagem é bem-vinda após o banho, quando o seu pequeno está relaxado e livre das roupinhas. Antes de começar, eleja um local firme e seguro, e separe um pouco de óleo de amêndoas para espalhar por todo o corpinho. “Você pode esfregar os óleos nas mãos e fazer movimentos suaves, pegando nos músculos para que o bebê note que estão ali”, explica.

massagem no bebêFoto: Golubovy/ Shutterstock

Os movimentos

Cada parte do corpo do seu pequeno deve ser tocada com carinho e suavidade, e os movimentos devem ser repetidos cerca de três vezes – contanto que ele demonstre que está gostando. O ideal é começar envolvendo uma das perninhas com a mão e subir suavemente, movimento que deve ser repetido do outro lado. Em seguida, passe para os braços e mãozinha, deixando que ele segure seus dedos – um dos primeiros reflexos do ser humano.

No tronco, você deve colocar as mãos formando um triângulo no peito do bebê e arrastá-las devagar para dentro e para fora. Outro movimento importante na região é descer uma das mãos vagarosamente do peito até o final da barriguinha, o que ajuda a prevenir e aliviar as dores provocadas pelas cólicas.

massagem no bebêFoto: Juan Aunion/ Shutterstock

Antes de virá-lo, você também pode aproveitar para estimular os músculos e movimentos dos membros inferiores. “Pode dobrar e esticar as perninhas para que ele possa senti-las, mas de maneira bem leve e sem forçar demais. Deve ser parecido com um carinho”, conta.

Para finalizar, coloque o bebê de costas e faça movimentos circulares começando do pescoço e descendo até perto do bumbum. Faça o mesmo nos ombros, bracinhos e perninhas para um relaxamento completo.

Quer completar os cuidados com o seu bebê? Conheça nossas opções de produtos para banho e higiene.