Foto: RossHelen/Shutterstock

Manter uma boa alimentação é essencial para a saúde, mas com a mudança na rotina e uma série de tarefas para conciliar todos os dias nada mais comum do que cair em armadilhas como pular refeições, comer fora de hora e escolher aqueles snacks calóricos e pouco nutritivos entre um compromisso e outro. Para te ajudar a retomar os bons hábitos e evitar o ganho de peso, a nutricionista Liliam Teixeira Francisco traz cinco dicas indispensáveis durante o período de quarentena. 

Estabeleça novos horários

Pular refeições é um hábito comum, mas que prejudica muito a saúde e o ganho de peso – portanto, esse é o momento de se organizar e planejar melhor a sua rotina. “Muita gente começou a fazer home office e esqueceu de manter os horários fixos para café da manhã, almoço, lanches e jantar. Nesse momento, o primeiro passo para se alimentar bem é criar uma nova regra de horários com base nos compromissos que você tem e não deixar nada de lado. Você pode ser mais flexível, mas é preciso pensar e planejar pausas para as cinco refeições”, explica. 

Planeje suas refeições (e compras)

Você vai ao mercado para comprar itens específicos e acaba voltando com um carrinho lotado de guloseimas? Calma, você não está sozinho. “Nada mais comum do que ir fazer compras e acabar trazendo a pizza congelada, os chocolates e várias opções de refeições prontas, porque elas parecem mais fáceis e são atrativas. Uma boa dica é sempre preparar uma lista de compras, porque com tudo planejado existe um risco menor de pegar besteiras ou de esquecer algo. Deixe um bloquinho e uma caneta na cozinha e vá anotando conforme os alimentos acabam, assim você faz esse levantamento aos poucos e sem dificuldade”, aconselha. 


Foto: 4 PM production/Shutterstock

Crie um cardápio

Outro problema comum ao fazer home office é acabar não se planejando e precisar recorrer ao delivery ou aos lanches rápidos – algo fácil de driblar quando você monta um cardápio. “Vale a pena pensar nesse cronograma de refeições semanais, mas é importante ter variedade para não ter monotonia alimentar, um dos grandes motivos para buscar guloseimas calóricas. Lembre-se que uma mesma carne moída pode fazer hambúrgueres, almôndegas, panquecas e até uma torta, e use isso a seu favor. Pesquise opções de receitas e pratos na internet e seja criativo”, indica. 

Evite o desperdício

Cozinhar com frequência e com variedade pode trazer um outro probleminha comum: a sobra e, consequentemente, o desperdício. Mas é possível usar isso a seu favor! “Congelar é a melhor pedida quando você tem uma quantidade maior do que a necessária, porque isso te deixa com uma refeição pronta para aqueles dias mais corridos em que é difícil cozinhar. É só colocar em potes apropriados, e de preferência em porções individuais ou que atendam toda a família. Podemos fazer isso com praticamente qualquer alimento, inclusive as frutas, que são ótimas para preparar sucos ou sorvetes saudáveis”, esclarece. 

E as guloseimas?

Mantendo uma alimentação saudável na maior parte do tempo, você pode (e até deve) desfrutar de uma ou outra guloseima ou daquele prato calórico sem culpa, afinal, eles são sim prazerosos e quase impossíveis de resistir por completo: “O problema está em quantas vezes por semana você perde a qualidade da sua alimentação, e não em perder de vez em quando. Eu sempre recomendo escolher uma ou duas refeições na semana para ter esses itens mais calóricos e tentar não fazer da pizza uma regra”.