Foto: esp2k/Shutterstock

Um bom aspirador de pó pode fazer toda a diferença na hora da faxina – deixando a tarefa de limpar a casa muito mais prática! No entanto, é preciso estar atento para escolher o modelo mais adequado ao seu espaço e, claro, estilo de vida. A personal organizer Margô Belloni dá as dicas para acertar na compra e ter mais eficiência no dia a dia.

Os tipos de aspirador


Foto: sukiyaki/Shutterstock

Vertical

Compacto e bem prático de guardar, o aspirador de pó vertical é uma boa pedida para quem tem pouco espaço. “Ele é interessante para pisos frios ou de madeira e casas sem tapetes grandes ou felpudos. É uma opção bem inteligente para quem mora em apartamento ou usa o aspirador mais para a manutenção da limpeza – apenas para retirar o pó entre uma faxina e outra”, indica.


Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Tradicional

O modelo tradicional é o que conta com maior número de acessórios, tamanhos e variações de potência – perfeito para quem utiliza o aspirador para fazer a faxina mais pesada. “Ele é a escolha certa para quem tem animais de estimação ou casas grandes, porque é maior e tem mais força para puxar as impurezas. Para quem tem quintal ou muitas cortinas e tapetes pesados também pode ser interessante buscar os modelos que soltam e aspiram água, porque eles fazem uma limpeza ainda mais eficiente”, conta. Na hora de escolher o seu, é válido ficar de olho na capacidade do reservatório (que deve estar adequado ao seu espaço) e se ele é fixo ou de saquinhos descartáveis.


Foto: sebra/Shutterstock

Aspirador de mão

Também conhecido como automotivo, esse tipo de aspirador pode ser bastante útil no dia a dia! “Ele é bem legal para limpar estofados e lugares difíceis, como os cantinhos da sala ou os vãos do sofá, tirar migalhas da mesa ou até remover pelinhos e bolinhas de roupas muito delicadas. É um equipamento bem bacana e que pode facilitar bastante essas pequenas limpezas diárias”, aponta.


Foto: Proxima Studio/Shutterstock

Robô aspirador

O robô aspirador é um dos eletroportáteis mais práticos do lar, já que liga, limpa e recarrega sozinho – basta programá-lo! Os sensores ajudam o equipamento a mapear os espaços, passando apenas pelos lugares que ainda contém pó e detritos e desviando de barreiras como a parede, móveis e degraus. Como são compactos, eles vão funcionar melhor para ambientes menores ou para fazer apenas a manutenção da limpeza, perfeitos para remover aquele pó ou pelos de animais que se acumulam no dia a dia.