Conheça os acessórios essenciais para o quarto das crianças. Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Mais do que um ambiente bonito e lúdico, o quarto das crianças precisa ser um espaço prático e voltado para o aprendizado e desenvolvimento – e alguns acessórios básicos, mas funcionais, podem fazer toda a diferença! A arquiteta Camila Caixeta, do Petiz Arquitetura, indica cinco considerados indispensáveis.

Caixas organizadoras

As caixas organizadoras estão entre os itens mais importantes do quarto, já que permitem um ambiente arrumado e ainda ajudam a promover a autonomia. “Elas são indispensáveis e devem estar em uma altura que a criança consiga acessar sozinha para aprender a organizar seus objetos e escolher o que quer utilizar para brincar. O mais indicado é ter várias em tamanho médio ou pequeno, porque permitem uma melhor visualização do conteúdo e a categorização. Para as crianças pequenas, menores de seis ou sete anos, o melhor é ter caixas de tecido, que são flexíveis e não machucam. Já para as maiores, podemos investir em modelos mais rígidos e até versões com rodinhas”, explica.

Foto: Kovalenko Elena/Shutterstock

Cabideiros e ganchos

Ganchinhos também são grandes aliados da organização, e vale investir neles desde cedo! “A partir de um ano e meio já consideramos o gancho um objeto importante. Coloque em uma altura apropriada para que o seu filho consiga manusear e ter a independência de guardar sua própria mochila ou pegar o casaco favorito e outras peças de roupa. Essa sensação de estar fazendo uma escolha – mesmo que já filtrada pelos adultos – é muito positiva”, conta.

Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Tapete

Além de ser um aliado do conforto térmico, o tapete cria um espaço agradável para que os pequenos possam brincar, ler e desempenhar outras atividades – então fique atento na hora de fazer a escolha. “Os dois modelos que mais utilizamos são o 100% algodão, que é lavável em máquina e muito confortável para brincar, e o vinílico, uma opção bacana para sentar e deitar, que adere muito bem ao chão e é simples de limpar sem a necessidade de lavar. O mais importante é verificar se a opção escolhida é antiderrapante e, caso não seja, cortar e colar telinhas emborrachadas na parte de baixo para que ele não escorregue”, indica.

Foto: MAX 3D Design/Shutterstock

Mesinha de atividades

Mesmo que o espaço seja reduzido, é bacana tentar encaixar uma mesinha de atividades com uma cadeira na altura ideal – ou seja, que permita sentar com os pés bem apoiados no chão. “A mesa é bem importante para estimular a criatividade e começar a criar o hábito e a paixão pelos estudos e atividades. Em quartos muito pequenos, conseguimos trazer com uma largura mínima e colocar no lugar da mesinha de cabeceira”, aponta. 

Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Prateleiras ou estante

Seja em prateleiras ou estantes baixas, o acesso aos livros é essencial para criar o gosto pela leitura – mesmo antes dos pequenos entrarem em idade escolar: “Acredito em estimular a leitura desde muito cedo, começando com os livrinhos de figuras. Por isso, é interessante ter sempre prateleiras baixas ou estantes abertas para que a criança consiga utilizar sozinha, visualizando o que tem ali e tendo a autonomia de manusear quando desejar. Para deixar o quarto mais seguro, o recomendado é que esses objetos sejam arredondados, sem quinas, ou que recebam protetores de borracha”.