Verde e Papaia, cores em alta para 2022, vão muito bem juntas. Foto: Pixel-Shot/Shutterstock

Pensando em mudar a decoração para 2022? Então vale conhecer as cores que já são consideradas grandes apostas para o ano! Suaves, modernas e focadas no bem-estar, elas prometem tornar os ambientes mais acolhedores e dominar tanto as paredes quanto os tecidos. O blog te conta mais sobre elas.

Foto: Pixel-Shot/Shutterstock

A vez dos verdes suaves

O verde deve voltar com força no próximo ano, mas em tons mais lavados e acolhedores. A Suvinil aposta no Eclipse, um tom ácido, enquanto Sherwin-Williams e PPG trazem opções mais lavadas, quase puxadas para o cinza: Neblina Perene e Olive Sprig. “São verdes calmos e que refletem a necessidade de menos ansiedade e maior tranquilidade. Nesta pandemia as pessoas passaram a olhar mais para dentro de casa, e essa é uma tendência que parece ter vindo para ficar. Podemos considerar estes tons como curingas, porque eles vão muito bem até com cores mais fortes e vibrantes, não cansam com facilidade e funcionam como neutros nas paredes“, explica a arquiteta Fernanda Hardt, do Mirá Arquitetura.

Foto: onzon/Shutterstock

Azul delicado

Outra cor que promete ganhar espaço na decoração é o azul claro, eleito como a cor do ano pela Coral. Chamado de Melodia Suave, ele também traz leveza, paz e ajuda a iluminar os cômodos. “É outra cor muito fácil de usar, que vai com tudo e que traz essa sensação gostosa de relaxamento, nos convidando a viver mais o lar”, completa.

Foto: lilasgh/Shutterstock

Laranja relaxante

Você prefere cores mais quentes e aconchegantes? Então a Creme de Papaia, escolha do ano da Eucatex, é a grande pedida – tom que, aliás, combina perfeitamente bem com os verdes que estarão em alta. “É uma cor que com certeza faz um contraste muito bacana com o preto, indo para algo mais moderno, ou com o branco, ficando relaxante. Por ser uma cor quente, ela traz esse sentimento de calor e aconchego, mas sem ficar muito pesada. O grande segredo com ela é pensar na composição como um todo, porque é a cartela completa que definirá realmente as sensações do espaço”, conta.

Defininindo a sua cartela

Antes de pintar a sua parede e começar a substituir tecidos e objetos menores de decoração, a dica da especialista é tentar experimentar as cores que irão compor o espaço: “Trabalhar um ambiente como um todo é essencial, então busque referências e, se possível, pegue amostras das cores que pretende usar e coloque elas juntas para ver se você gosta da combinação. Crie uma espécie de moodboard improvisado, que vai te ajudar a ter uma visão melhor do todo”.