Foto: Dejan Dundjerski/Shutterstock

Neste sábado (19), é comemorado o Dia do Cinema Nacional! E para quem é fã da sétima arte, nada melhor do que celebrar esta data especial com uma sessão de filmes no conforto do sofá. O blog indica cinco das obras mais premiadas do país.

19 de Junho

A data não foi escolhida de maneira aleatória: foi neste dia, em 1898, que o diretor Afonso Segreto, um dos primeiros diretores brasileiros, registrou as primeiras imagens em movimento no Brasil. A bordo de um navio francês, ele registrou a sua chegada à Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro.

Cinema em casa

Foto: divulgação

Central do Brasil
Onde assistir:
Telecine Play e Google Play

Premiado no Globo de Ouro e no Festival de Berlim, além de indicado ao Oscar, o filme conta a história de Dora (Fernanda Montenegro), uma mulher que escreve cartas para analfabetos na estação Central do Brasil, no Rio de Janeiro. Ela decide ajudar um menino (Vinícius de Oliveira), a tentar encontrar o pai que nunca conheceu, em uma jornada emocionante. 

Foto: divulgação

Que horas ela volta?
Onde assistir:
Telecine Play

O filme estreou no Festival de Cinema de Berlim e teve mais de 30 indicações em festivais pelo mundo. Ele acompanha Val (Regina Casé), uma mulher que deixa a filha no interior de Pernambuco para aceitar um emprego como babá em São Paulo buscando melhores condições de vida para a família. Treze anos depois, quando o menino que criou vai prestar vestibular, a filha pede que a receba para fazer a mesma prova. 

Foto: divulgação

Aquarius 
Onde assistir:
Netflix

Indicado à Palma de Ouro do Festival de Cannes e vencedor de melhor filme nos festivais de Sidney, Lima e Amsterdã, o longa apresenta Clara (Sonia Braga), uma jornalista aposentada, viúva e mãe de três adultos em Boa Viagem, no Recife. Quando uma construtora decide erguer um novo prédio onde ela viveu boa parte de sua vida, Clara começa a sofrer todo o tipo de assédio e ameaças.

Foto: divulgação

O auto da compadecida 
Onde assistir:
Telecine Play e Google Play

Com quatro prêmios no Grande Prêmio Cinema Brasil, o filme é uma adaptação da obra de Ariano Suassuna, e conta as aventuras de João Grilo (Matheus Natchergaele), um sertanejo pobre e mentiroso, e Chicó (Selton Mello), o mais covarde dos homens, que enganam a todos no vilarejo de Taperoá, no sertão da Paraíba. 

Foto: divulgação

Bacurau
Onde assistir
: Netflix

Vencedor em seis categorias no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, Prêmio do Júri do Festival de Cannes, New York Film Critics Circle Awards e Melhor Filme Estrangeiro pela Associação de Críticos de Cinema de Toronto, o longa se passa em um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, Bacurau. Pouco depois da morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores locais descobrem que ele já não existe em qualquer mapa e começam a perceber drones e a chegada de estrangeiros. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados e que precisam identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.