Foto: gpointstudio/Shutterstock

Cabelos longos nunca saem de moda – e apesar de não haver fórmula mágica para que os fios cresçam, é possível adotar alguns hábitos para que isso aconteça mais rápido e, claro, com força e saúde! A tricologista Viviane Coutinho dá cinco dicas.

Faça hidratações periódicas

Hidratar os cabelos semanalmente é indispensável para deixar a fibra saudável e evitar as quebras, principalmente em épocas de maiores danos, como o verão. Além disso, uma boa massagem no couro cabeludo também pode ajudar. “O movimento, que deve ser feito com as pontas dos dedos, aumenta a irrigação sanguínea no local, permitindo que a raiz receba mais nutrientes, o que favorece o crescimento. Comece pelas bordas e vá fazendo movimentos circulares, lentos e formes, em direção ao topo da cabeça, sem usar as unhas. Eles devem durar entre três e cinco minutos”, ensina.

Foto: TORWAISTUDIO/Shutterstock

Faça a higienização correta

Você sabia que a frequência de higienização pode afetar o crescimento dos fios? Segundo a especialista, isso acontece porque o excesso de oleosidade pode causar proliferação de fungos, descamação e queda dos fios. “É essencial manter uma rotina de higienização, principalmente quando falamos de couro cabeludo, que acumula poeira, resíduo de produtos e muitas outras partículas“, completa. Lave dia sim, dia não, sempre com xampu e condicionador adequados para o seu tipo de fio.

Evite a água muito quente

“Usar a água muito quente agride o couro cabeludo, que produz mais oleosidade para se defender e pode provocar dermatite seborreica, além de ressecar os fios, que ficam ásperos. A dermatite e outras disfunções, por sua vez, podem provocar a queda. Uma dica é tomar banho primeiro e depois lavar o cabelo com água morna afastando o corpo da ducha”, explica.

Foto: Open FIlms/Shutterstock

Cuidado com os penteados

Penteados estão sempre em alta nas redes sociais e dão aquele toque de novidade sem a necessidade de cortar ou pintar os fios, mas cuidado! “Tensões por tempo prolongado e repetitivas podem nos causar perda capilar, que se não tratada ou insistida pode ser irreversível“, alerta. Sempre utilize elásticos revestidos por tecido e evite prender diariamente.

Não se esqueça da alimentação

E, claro, para que os cabelos cresçam fortes, a alimentação e a hidratação são fundamentais: “Cuidar da saúde do cabelo também envolve uma boa alimentação, porque os nossos sistemas corporais são interligados. Como os fios são anexos do corpo, nosso estoque de nutrientes precisa estar em alta para que eles recebam os nutrientes só após nossos órgãos vitais. Água também é relevante, porque cada fio de cabelo tem em sua composição uma proporção que varia entre 12 e 15% de água. Se você não bebe água suficiente, os cabelos ficam desidratados, mais fracos e quebradiços. Com isso, a chance de queda é maior”.