Peixes e cervejas harmonizam perfeitamente. Foto: Foxys Forest Manufacture/shutterstock

Nada combina tanto com verão quanto peixes, frutos do mar e uma boa cerveja gelada – e para quem é fã da bebida, harmonizar estas estrelas da temporada pode tornar as refeições ainda mais especiais! Victor Marinho, mestre-cervejeiro e sócio da cervejaria Dádiva, dá as dicas para criar o casamento perfeito e aprimorar a sua degustação. 

Peixes brancos e leves

É muito comum pensar no vinho branco ao optar por peixes de sabor delicado, cozidos, grelhados ou assados, mas eles também podem cair muito bem com a cerveja. “A Witbier vai muito bem com estes pratos, porque tem em sua composição a semente de coentro, que dá uma sensação levemente condimentada na boca, além de uma citricidade que é muito bem-vinda. O mesmo acontece com as Belgian Blond Ales, que trazem esse mesmo toque de especiaria, mas conferida pela própria fermentação”, indica. 

Vai optar por uma salada fresca preparada com peixes? Então saiba que um novo estilo brasileiro pode ser o acompanhamento ideal: “A Catharina Sour foi reconhecida internacionalmente há alguns anos e conta com frutas tropicais em sua composição. Quando preparada com manga ou pêssego, a combinação de sabores é muito interessante”.

Foto: Egor Vidinev/Shutterstock

Salmão, bacalhau e peixes mais gordurosos

Peixes mais gordurosos, como o salmão, o bacalhau e algumas espécies de rio, pedem bebidas um pouco mais potentes, capazes de realçar seus sabores sem cobri-los. “Aqui a ideia é subir um pouco o teor alcoólico, então o que aconselho é consumir com Strong Gold Ales, que vão cortar um pouco da gordura destes peixes”, conta. Outra boa pedida é a IPA, mais encorpada e com um toque de amargor que também elimina a gordura do peixe na boca.

Foto: Top Photo Corporation/Shutterstock

Frutos do mar

Você acredita que opções mais frescas e leves, como as ostras, não caem bem com a cerveja? Então é hora de apagar esta ideia. “Nós temos um subtítulo das Lambics chamado Geuze que conta com uma acidez mais elevada e uma carbonatação alta que lembra muito a dos espumantes, uma harmonização que é muito clássica e cultural com ostras frescas”, revela. 

Já para mariscos e camarões, que trazem sabores mais potentes, o especialista aconselha as cervejas Saison e Berliner Weisse: “A primeira é um estilo belga muito intenso de sabor, mas seco e que permite uma boa salivação na boa, enquanto a segunda traz um sabor mais ácido que funciona muito bem”.