No domingo de 30 de maio, os pratos e receitas nas cozinhas ao redor do mundo perderam um pouco de sua alegria e sabor. Mari Hirata, jornalista e uma das chefs mais talentosas especializada na culinária japonesa, morreu aos 61 anos em decorrência de um câncer.

Nascida em São Paulo, Mari Hirata trabalhou no famoso L’Arpège, do chef Alain Passard, em Paris, e desde 2001 morava em Tóquio, no Japão: a mudança se deu à convite da confeitaria oficial da Família Imperial japonesa para comandar o sofisticado Toraya Café. Atualmente, prestava consultorias e ministrava cursos de gastronomia, como o de cozinha brasileira para japoneses.

Fora das cozinhas, foi colunista de gastronomia na “Revista da Folha” e, em 2008, publicou o livro “As minhas receitas japonesas” (Publifolha) – além de inspirar o livro “Mari Hirata Sensei” (Bei), de Haydée Belda, em 2016, no qual contava sua trajetória e apresentava receitas de sua autoria.

Carinho especial com a Fast Shop

A Fast Shop teve a honra de fazer parte da história de Mari Hirata, uma parceria que rendeu 10 workshops em loja com muitos ensinamentos, respeito e admiração.

O último encontro foi em um workshop delicioso na Fast Shop do Shopping JK Iguatemi, em fevereiro de 2020. Com seu talento de fazer tudo parecer simples e truques práticos para usar no dia a dia, ela preparou receitas inéditas ao vivo – para alegria dos convidados.