Se você é fã de comédia romântica, provavelmente viu algum filme com a temática de Valentine’s Day, no qual os protagonistas enfrentam problemas amorosos, enviam cartas e chocolates e fazem de tudo para surpreender a pessoa amada. Mas, já se perguntou como e quando isso tudo começou?

Essa data tão especial é celebrada, no dia de hoje, em diversas partes do mundo e está ganhando adeptos no Brasil. Se você ainda não conhece, Maria Martinazzo, pós-graduada em História e Cultura Gastronômica, explica tudo o que precisa saber sobre a origem e as curiosidades deste dia.

Foto: Shutterstock/polinaloves
Quem é São Valentim?

De acordo com a lenda, a história começa em 498 d.C, quando o imperador romano Cláudio II proibiu os casamentos, sob o pretexto de que soldados solteiros eram melhores combatentes.

A ordem estava sendo acatada, até que um padre, conhecido como Valentim, resolveu contrariar o imperador. Valentim acreditava que o casamento fazia parte de um plano divino e passou a realizar cerimônias matrimoniais escondidas. Entretanto, não demorou muito para ser descoberto e condenado à morte.

No período em que aguardava sua sentença, Valentim recebeu inúmeros bilhetinhos de apoio, sendo um deles de uma jovem cega, pela qual se apaixonou e, com um milagre, a fez enxergar novamente.

Na data de sua morte, 14 de fevereiro, escreveu uma carta para sua amada assinada como “Your Valentine” – ou, na tradução, Seu Valentim.

A febre das cartas e dos chocolates
Foto: Shutterstock/Evgeny Karandaev

A história de Valentim ficou tão popular que passou a inspirar pessoas do mundo todo. Muitos começaram a enviar bilhetes e cartões com a frase Would you be my valentine? (Você gostaria de ser meu Valentim?), com a premissa de serem namorados.

No século XIX, os processos industriais possibilitaram que o chocolate deixasse de ser apenas uma bebida amarga para tornar-se sólido e doce. E foi em 1861 que Richard Cadbury (da empresa britânica Cadbury) produziu a primeira caixa de chocolates em formato de coração, especialmente para as comemorações de Valentine’s Day – o sucesso foi tanto que virou um marco, junto dos bilhetes.

Até hoje as pessoas se empenham em entregar cartões e chocolates em países como EUA, Japão, Coreia do Sul, África do Sul, Filipinas, Portugal, Espanha, França, Dinamarca, entre outros.

Uma data para celebrar o amor

Por Valentim ter recebidos muitas cartas de apoio, o dia passou a ter um significado muito mais amplo que apenas romântico. As palavras escritas pelas pessoas traziam sentimentos de respeito, união, amizade, ou seja, diferentes formas de expressão que iam além do amor entre casais.

Portanto, a data é feita para todos, independente da idade. Em países como os EUA, as crianças têm costume de trocar cartas e doces com professores e colegas do ensino fundamental. Além disso, é comum entrar em uma loja e se deparar com cartões de Valentine’s Day de pai para filho, de você para o seu pet, de neto para avó, de amigo para amigo ou de qualquer outra relação que tenha carinho e amor envolvido.

Ainda não preparou sua surpresa de Valentine’s Day? Veja dicas para um jantar romântico.