Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Decorar um quarto compartilhado pode ser uma tarefa divertida, mas cheia de desafios, principalmente quando os irmãos têm idades ou gostos bastante distintos. No entanto, é possível driblar os percalços e planejar um espaço bonito, funcional e – o mais importante – que agrade a ambos. O blog te dá as dicas. 

Envolva as crianças na decoração

Se os pequenos já têm idade o bastante para opinar, é interessante ouvir o que cada um tem a dizer e quais são as suas preferências em relação à cores, personagens e outros detalhes. “É um erro comum criar quartos com o gosto dos pais, o que pode deixar as crianças frustradas. São elas quem vão desfrutar daquele espaço, então precisam sentir que suas personalidades estão ali”, explica a arquiteta Beatriz Mesquita

Como os gostos costumam ser bem particulares, a dica é evitar paredes temáticas e paletas de cores muito específicas, o que também ajuda a manter a decoração por muito mais tempo. “Cores são bem aceitas de maneira geral, principalmente se não estão em personagens ou naquela divisão antiga de rosa para meninas e azul para meninos. No entanto, prefira paredes mais simples, que possam receber pôsteres e quadros, ou com pequenos detalhes em cores primárias, que são estimulantes. Quanto mais neutra a base, mais fácil imprimirmos a personalidade de cada um nos detalhes”, adverte. 

Foto: Patryk Kosmider/Shutterstock

Combine as personalidades

“Cada irmão precisa olhar para o quarto e sentir que aquele é o seu cantinho e o seu refúgio, e nós temos várias formas de fazer essa separação de maneira visual. Quando utilizamos camas em paredes opostas, podemos trazer cabeceiras e roupas de cama diferentes, além de colocar quadros e decorações com personagens e cores favoritas. Os quadros, aliás, são referências bastante importantes para as crianças e uma ótima maneira de fazer essa divisão entre o que é o seu lugar e o que é o lugar do outro. Se a ideia for utilizar um beliche, esse cantinho pode ser verticalizado ou elas podem escolher juntas vários quadrinhos e decorações para montar uma espécie de galeria conjunta e divertida”, aponta. 

Outro cuidado bacana para irmãos em idade escolar é tentar fazer uma escrivaninha dupla ou, ao menos, criar espaços individuais para o material de cada um em prateleiras separadas logo acima da mesa ou em gavetas na parte de baixo. “Dessa forma, eles conseguem manter seus itens guardados, separados e bem cuidados, sem que um acabe invadindo o espaço e momento de estudos do outro”, completa. 

Foto: Juliya Shangarey/Shutterstock

De olho na segurança

Seus filhos têm idades muito distintas? Então é essencial planejar muito bem o layout e o estilo de móveis para garantir mais segurança. “Quando temos uma criança que está começando a andar e outra que já se movimenta bem, a melhor ideia é trazer os espaços de brincar e de atividades para o chão, como na arquitetura montessoriana. Dessa forma, a mais velha tem o estímulo e o espaço que precisa para se divertir, enquanto a outra pode se mover de maneira mais segura. Invista em móveis baixos (e totalmente livres de quinas) e muito bem presos ao chão e paredes – que não tombem caso a mais nova use de apoio, e coloque um tapete antiderrapante com almofadas e travesseiros confortáveis para criar uma área de diversão”, aconselha. 

Foto: Svet_Feo/Shutterstock

Invista em móveis curinga

Alguns móveis são considerados curinga para os quartos compartilhados, já que ajudam a ganhar espaço e a manter tudo mais organizado e prático: “Um dos elementos mais bacanas para crianças em idades bem diferentes é a bicama, porque a cama baixinha é bem segura para os mais novinhos, e ainda pode ser recolhida durante o dia para ampliar a área de brincadeiras e convívio dos irmãos. Já para as maiores e com idades mais parecidas, os beliches trazem muitas possibilidades – com opções bem legais com espaço de brincar e até escorregador – e ocupando menos área útil. Outros itens que utilizo muito são os bancos baú e as caixas organizadoras com cores ou personagens diferentes para que elas identifiquem rapidamente onde estão os objetos de cada um”.