Foto: fizkes/Shutterstock

As almofadas são aqueles detalhes que fazem toda a diferença na decoração de um espaço – trazendo não apenas conforto, como também estilo e personalidade! E não é preciso ficar apenas no básico: esses elementos são as escolhas certas para ousar e criar interesse visual. O blog te dá as dicas para compor de maneira harmoniosa.

Foto: ben bryant/Shutterstock

Crie uma cartela de cores

As almofadas não precisam ser todas da mesma cor – muito pelo contrário! Trazer mais variedade deixa o ambiente interessante e moderno. De acordo com a arquiteta Danielle Dantas, do Dantas & Passos Arquitetura, o ideal é ter entre três e quatro cores, podendo variar também as tonalidades.

A dica seria começar escolhendo a cor que você mais gosta, porque vai ter que conviver diariamente com ela. Outro caminho é saber o que você deseja de atmosfera para aquele ambiente. Por exemplo, se quer um living mais aconchegante, predominarão as cores neutras e frias e tons sobre tons que criam um clima intimista e relaxante, ou, caso queira mais descontraído, cores vibrantes”, completa. Quer saber mais sobre quais combinam entre si? Clique aqui.

Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Monocromático? Varie as texturas

Um erro bem comum na decoração é trazer todas as almofadas com o mesmo acabamento e tecido, o que pode deixar o espaço monótono, principalmente se você elegeu apenas cores neutras ou o visual monocromático. Não tenha medo de combinar tecidos mais pesados, como o veludo e os tricôs, com os leves e delicados.

Foto: Photographee.eu/Shutterstock

Aposte em estampas

Estampas são sempre muito interessantes para elevar um ambiente, e são fáceis de aplicar em almofadas por serem elementos menores. Uma boa dica para não errar e ter mais harmonia é trazer três estampas diferentes e três modelos neutros, com algum tipo de ligação entre elas: uma cor que se repita em todas, ou uma mesma temática nos desenhos.

Foto: lilasgh/Shutterstock

Mais tamanhos e formas

Assim como acontece com quadros e vasos, as almofadas pedem diferentes tamanhos e formas para dar mais movimento e conforto visual à sua sala. Combine modelos maiores e menores, além de formatos que fujam do comum, como as redondas e até o modelo “nó”, que está em alta.