Foto: Yulia Grigoryeva/Shutterstock

Abrir uma garrafa de vinho para brindar com quem você ama deixa qualquer momento mais especial. Mas escolher a bebida perfeita – e ir além das indicações de conhecidos – pode ser um verdadeiro desafio. Uma maneira de reconhecer ótimas sugestões é por um detalhe que muitos vinhos ostentam em sua garrafa: um selo com a pontuação de qualidade. Descubra como funcionam esses sistemas de pontuação de vinhos e como eles podem te ajudar a encontrar o próximo rótulo.

Sistemas de pontuação vinho

Os sistemas de pontuação de vinhos catalogam e classificam as bebidas por uma série de aspectos técnicos e de qualidade, e atuam como um referencial – tanto para importadores quanto para degustadores – identificarem bons produtores, safras e os destaques que valem a pena experimentar. Existem vários sistemas de pontuação de vinhos no mundo, que tal conhecer alguns dos mais famosos?

Principais sistemas de pontuação de vinhos

RP/Robert Parker

Mais famoso crítico de vinhos do mundo e agora aposentado, o ex-advogado norte-americano Robert Parker criou o seu próprio sistema de pontos. Em uma escala que varia entre 50 a 100, especialistas avaliam e comentam sobre rótulos em seu famoso guia The Wine Advocate, que teve primeira edição lançada em 1978.

Conheça o significado da escala de pontuação de 100 pontos:

96-100 pontos – vinhos extraordinários

90-95 – vinhos excepcionais

80-89 – vinhos considerados dentro da média a excelentes

70-79 – vinhos que estão dentro da média

60-69 – vinhos abaixo da média

50-59 – vinhos considerados inaceitáveis

DES/Descorchados

O mais importante guia de vinhos sul-americanos, Descorchados teve sua primeira edição em 1999, idealizada pelo jornalista e crítico de vinhos chileno Patricio Tapia. À época, suas avaliações contavam apenas com rótulos do Chile, mas hoje em dia passam também pelas garrafas da Argentina, Brasil e Uruguai, com sistema de classificação de 50 a 100 pontos.

AD/Adega

Maior referência nacional e com publicações que datam desde 2011, o guia Adega Vinhos do Brasil avalia de vinícolas consagradas a pequenos produtores, e elege os melhores vinhos brasileiros e os rótulos de maior destaque, com escala de pontuação de 100 pontos.

WE/Wine Enthusiast

Criada pelo casal americano Adam e Sybil Strum, o guia Wine Enthusiast surgiu com o intuito de avaliar e divulgar os vinhos que experimentavam pensando em opções mais acessíveis para o público comum. Hoje em dia, o site conta com avaliações feitas por especialistas e baseadas na escala Robert Parker.  

JS/James Suckling

O jornalista e crítico de vinhos americano James Suckling foi redator na revista Wine Spectator. Em 2010, lançou seu próprio site em que avalia vinhos do mundo todo, seguindo a escala Robert Parker, porém concentrando-se apenas nos rótulos acima de 90 pontos.

WS/Wine Spectator

Com grande influência nos Estados Unidos e na América, a revista norte-americana Wine Spectator existe desde 1996 e também adota a escala de Robert Parker, de 50 a 100 pontos. Anualmente, divulga sua lista “Top 100” com os melhores vinhos avaliados.

Além dos sistemas de avaliação já citados, destacam-se os guias de vinho TA/Tim Atkins, DC/Decanter, JR/Jancis Robinson e GP/Guia Penin. Agora, quando observar números como 90 RP ou 93 DES, já sabe que, além de brindar, você tem mais um bom motivo para abrir a garrafa.